sexta-feira, 15 de novembro de 2013

B40 EnergyBrid, primeiro hibrido da Break chega com receita conhecida pelos brasileiros

B40 Energybrid 1.6TS-e

Como todos sabem o B40 compartilha a plataforma com o Lc receptor, porém mais luxo e mais potência distanciaram os modelos, já a versão Hibrida do por enquanto maior sedan da marca, chega com os mesmo detalhes do primo mais simples, a começar pelo motor, feito pela Lc motors, o 1.6Turbo batizado pela Lc motors de Fly, na Break virou 1.6TS-e, além deste motor o B40 conta com um motor elétrico central, os dados técnicos da versão são : Motor 1.6 com turbo compressor e injeção direta, além de rodar apenas com gasolina, o motor trabalha no ciclo atkinson, que prioriza a eficiência do motor no quesito economia, o motor rende 168cv, combinado com o motor elétrico a potência total do Receptor HybridEV é de 208cv, o modelo é um Hibrido do tipo Plug-in em que o proprietário pode recarregar as baterias em casa, ou recarrega-las com o motor a combustão atuando como compressor, a recarga foi adaptada ao Brasil, e agora pode ser recarregada em corrente de 220v, o tempo de recarga caiu, agora a recarga completa é feita em 4hrs, , até 100Km/h apenas os motores elétricos movem o carro, ou seja ouça apenas os atritos do pneu ao solo e o barulho do vento, e ele tem força para ultrapassagens e arrancadas tipicas do trânsito urbano, a autonomia, prevendo apenas trânsito urbano é de 390km, quando as baterias de Ion ficam baixas na casa de apenas 10% o motor a combustão entra em ação, ainda assim primeiro como gerador e carrega as baterias o que proporciona um ganho de mais 100Km a Break fala então de autonomia de 490km, para cidades é ótimo, é claro é sempre bom andar com Gasolina no tanque, mesmo assim não se preocupe na função gerador o motor gasta 23km/l, sim 23km/l, Ok mais e na estrada? na Estrada o motor funciona de proporção diferente e basta selecionar no Break SystemMobily , são três modos : City, Travel e autonomia, o City utiliza a maneira acima descrita no Travel o modelo roda até 70km/h apenas com o motor elétrico, quando atinge 71km/h surge o ronronar do motor 1.6Fly, ai os dois motores atuam, os elétricos e o a combustão, nesse modo a autonomia do motor elétrico é infinita, pois o motor a combustão também gera energia para o motor elétrico, além da carga dos freios regenerátivos, 22,5km/l,  no auto um computador analisa a condução do motorista que se passar de 100km/h será alterado de imediato para a função Travel, a potência Bruta do modelo é de 208cv, nos equipamentos temos :  Além dos equipamentos óbvios para essa categoria e público alvos destacamos, bancos em Couro, com opção de 4 tonalidades diferentes, ABS, ESP, sistema anticapotamento, BAS, sistema de frenagem de emergência, 10 Air Bags, rodas de liga leve, regulagens elétricas de altura do banco e coluna de direção com memória, sensor de estacionamento traseiro, com câmera, Break Park II, sensor de chuva, com temporizador e ajuste de intensidade e crepuscular, alarme e chave canivete com keyless, ar condicionado digital automático dual zone, e direção eletétrica com três modos, abertura elétrica do porta malas e tanque, a tração é traseira, o câmbio automático de duas embragens e 8 marchas, o painel tem função optron que só revela as informações com iluminação indireta com a chave no contato, faróis com projetor elíptico e luzes de posição em led, função anti ofuscamento, que reduz o facho com a proximidade de outro carro, sensor dianteiro de estacionamento, além de sensor de pontos cegos, pequenos sensores avisam por luzes e avisos sonoros se a carros em pontos cegos do modelo, quanto a mídias temos central multimídia Break Acssist com tela de 7" com onetouch e 8 falantes e 1 sub no porta malas, o modelo conta ainda com luzes de cortesia com função follow me home e luzes que iluminam maçanetas e chão, um mimo de carros mais caros, mais o melhor é o teto solar panorâmico que é de série.


Preços :

EnergyBrid 1.6TS-e
R$ 170.990,00